Direito realiza 2º Júri Simulado de 2019

Atividade prática é promovida por universitários do 10º período

 

03-37


Juiz, réu, jurados, testemunhas, policiais e promotores. Tudo que um júri popular possui, os universitários do 10º período de Direito do Integrado vivenciaram, na prática, na manhã de sábado (5), no Fórum da Comarca de Campo Mourão. Os estudantes interpretaram os personagens que fazem um julgamento real acontecer. Com a orientação de professores do curso, os acadêmicos realizaram todos os ritos necessários. Os universitários do 1º período participaram da atividade como jurados.

IMG_8328


A atividade do Júri Simulado se justifica inicialmente na medida em que trata-se de uma atividade que consta do conteúdo programático da disciplina de Estágio de Processo Penal II, a qual conta com o objetivo de fomentar a prática dos conhecimentos adquiridos nas disciplinas teóricas de forma interativa; bem como proporcionar aos alunos participantes a discussão de temas pertinentes à sociedade, desenvolvendo o senso crítico dos alunos, ampliando suas competências e habilidades no âmbito da argumentação, oralidade, persuasão, organização de ideias e respeito à opinião do outro.

01-57


Por tratar-se de uma atividade prática, envolve, de forma direta, os alunos que protagonizam os personagens que compõe o tribunal do júri, quais sejam: juiz, defensor público, promotor, jurados, testemunhas, réu, oficial de justiça, escrivão, policiais militares e convidado.

IMG_8284


Os universitários têm como base um caso prático, sendo que, neste ano, tratou-se de um homicídio simples, praticado por disparo de arma de fogo, tendo a vítima sido alvejada três vezes, tendo também ocorrido lesão corporal em uma vítima que se encontrava próxima ao local dos fatos.

IMG_8276


Assim com base na informações de que dispõe o caso, os estudantes elaboram as teses de defesa e acusação e os personagens, que figuram como juízes, adotam o roteiro determinado pela lei. Por fim, os universitários que incorporam a figura dos jurados exercem a votação, sendo que para esse caso, a sentença foi de condenação por homicídio simples, a uma pena de 6 anos e mais 1 ano para o crime de lesão corporal, totalizando uma pena de 7 anos em regime inicialmente semiaberto.

05-13


"É possível afirmar que a atividade, além de muito esperada pelos estudantes, é exercida com muita responsabilidade, de modo que conduz a um conhecimento aprofundado da prática forense, bem como o trabalho em equipe. Em resumo, a atividade foi um sucesso, tanto no aspecto de aprendizagem dos acadêmicos bem como de interação das turmas", avaliam as professoras responsáveis pela atividade, Andreia Ricci Silva Carvalho e Carolina Bitencourt .

IMG_8311-1


Clique aqui para ver mais fotos.

 

 

 

Comentários
0