Nutrição: Dicas de alimentação para aumentar a imunidade

A alimentação saudável e variada pode contribuir para a saúde

defense-1403067_1280


Você costuma ter ou conhece alguém que tenha resfriados frequentes ou outros problemas causados pela baixa imunidade? Sabia que esses transtornos costumam ocorrer grande frequência e, na maioria dos casos, uma alimentação equilibrada é essencial e positiva para a resolução do problema. Neste texto, a universitária do curso de Nutrição do Centro Universitário Integrado, Jéssica de Oliveira Ribeiro, vai falar sobre algumas vitaminas e minerais conhecidas como imunomoduladores, que nada mais são do que nutrientes que atuam no nosso sistema imunológico para fortalecê-lo.

  • Vitamina C: Os leucócitos (glóbulos brancos) são os “soldados” do sistema imunológico. Eles defendem o organismo de invasores, com radicais livres, e essa proteção é realizada por antioxidantes, como a vitamina C. Por isso, é importante o consumo de frutas cítricas como o limão, laranja, kiwis, pimentões, brócolis, etc. Esses alimentos irão manter os leucócitos ativos;
  • Vitamina D: Atua como regulador do sistema imune, além de reduzir a inflamação. Sua principal fonte é o sol, mas também encontramos em alimentos como queijos, leite e peixes, como a sardinha;
  • Vitamina A: Ela é essencial para a proliferação e diferenciação do sistema imune. Suas fontes animais são os ovos, fígado, peixes e vegetais. Além disso, temos a cenoura, espinafre, couve e abóbora como fontes de betacaroteno;
  • Vitamina E: Essa vitamina é um potente antioxidante. Suas principais fontes são as amêndoas, castanha-do-Brasil, semente de girassol, amendoim, abacate, azeite de dendê, brócolis e ovos;
  • Selênio: Tem um papel fundamental para a defesa antioxidante, pois auxilia na proteção das células contra lesões causadas pelos radicais livres. Além disso, ajuda no bom funcionamento da glândula tireoide. Sua fonte principal é a castanha-do-Brasil, mas também encontramos nos brócolis, pepino, alho, cebola, peixes e carnes;
  • Zinco: É primordial para o crescimento e multiplicação das células imunes e para a produção de anticorpos. Alguns exemplos de fontes são os frutos do mar, carnes e leguminosas (feijão, soja, ervilha, lentilha);
  • Manganês: Esse mineral é um poderoso antioxidante, pois participa do sistema de defesa do organismo diante da formação de radicais livres. Suas fontes são os grãos integrais, nozes, frutas e folhas verdes.

Referências

OLIVEIRA, R.M.C., et al. Saúde Alimentar – Imunonutrição. Disponível em: <http://apps.einstein.br/revista/arquivos/PDF/840-EC%20v6n1p41-3.pdf> Acesso em: 06 de agosto de 2019.

 

Comentários
0