O canal de conteúdo do Grupo Integrado

Evento foi realizado em Araruna (PR) e reuniu visitantes e produtores de diversas regiões do estado

Na última quinta-feira (21), o Centro Universitário Integrado participou do 38º Encontro Estadual de Sericicultura, por meio da prestação de serviços e do sorteio de brindes. O evento foi realizado na cidade de Araruna (PR) e reuniu cerca de 1.500 pessoas entre visitantes e produtores de bicho-da-seda de várias regiões do Paraná.

Os acadêmicos dos cursos de Biomedicina, Educação Física, Farmácia, Fisioterapia e Enfermagem prestaram diversos atendimentos aos participantes do evento como alongamento, massagem relaxante, aferição de pressão arterial e glicemia capilar.  

Além dos estudantes, também estiveram presentes na ação os times do Núcleo de Educação a Distância (NEAD), Pós-graduação e Comercial do Integrado. 

Para a supervisora de Extensão do Centro Universitário Integrado, a professora Mariana Pavanelli “poder participar de eventos que atingem a comunidade levando serviços é muito gratificante para a Instituição e também para os estudantes, que colocam em prática sua formação e vivenciam a experiência de melhorar a qualidade de vida da população”.

O encontro visa fomentar a produção orgânica do bicho-da-seda no estado, incentivar a certificação formal dos agricultores familiares, capacitar os sericicultores para maior produtividade e melhoria da qualidade dos casulos verdes e incentivar a mecanização e o desenvolvimento de inovações tecnológicas aplicada à sericicultura.

A atividade vem ganhando espaço no Paraná e atualmente conta com 2 mil produtores responsáveis por uma produção de mais de 2,5 toneladas de casulos verdes. Os principais compradores dos casulos são países europeus e asiáticos, o que rendeu ao estado U$28,08 milhões em exportações no ano passado. 

O 38º Encontro Estadual de Sericicultura, que contou com o apoio do Integrado, foi promovido pela Abraseda – Associação Brasileira da Seda com o apoio da Fiação de Seda Bratac, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Universidade Estadual de Maringá (UEM), Projeto Seda Brasil, Câmara Técnica do Complexo da Seda do Estado do Paraná, Prefeitura Municipal de Araruna (PR), IDR-Paraná e Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento do Paraná.