O canal de conteúdo do Grupo Integrado

Atividade faz parte da disciplina de Projeto Interdisciplinar

Na tarde de sábado (20), acadêmicos de Agronomia do Centro Universitário Integrado participaram do Demoday (Dia de Demonstração) como etapa final do “Projeto Celeiro de Inovações no Agronegócio”. Realizado no Anfiteatro do Câmpus, o evento contou com a participação de 18 equipes que apresentaram os resultados dos projetos de inovação desenvolvidos na disciplina de Projeto Interdisciplinar, sob orientação dos professores Jhone Espíndola e João Rafael Alencar. 

Durante todo o segundo semestre letivo de 2021, cerca de 120 estudantes realizaram o levantamento de demandas do setor agrícola e desenvolveram soluções por meio da aplicação de metodologias ágeis.

As soluções desenvolvidas pelos acadêmicos foram apresentadas à banca composta por Igor Schreiner, Eng. Agrônomo e Produtor Rural; Harrisson Brait, Head de Marketing e Vendas do Grupo Integrado; André Henrique da Silva, Eng. Agrônomo e Empreendedor; Lidia Mizote, Diretora executiva – EDUCERE e  Jefferson Cheliga, Empreendedor na Biozone, e avaliadas segundo os critérios: aplicabilidade, criatividade, inovação, clareza na exposição de ideias. funcionalidade do protótipo e impacto do produto. 

As equipes campeãs foram: Soy Agro, que desenvolveu soluções para semeadura de capim nas entrelinhas do milho; Aminomax, que apresentou um produto que minimiza os efeitos da Geada e Irriguis que apresentou um sensor de umidade no solo para manejo de irrigação.

Para o professor do curso de Agronomia, Jhone Espíndola, o evento foi uma oportunidade de os estudantes despertarem o lado empreendedor. “Considerando o mercado de que faz parte a Agronomia, principalmente durante a pandemia, é notável a busca por tecnologias e inovações que podem ser concebidas, ajustadas e aplicadas para aperfeiçoar as demandas da agricultura moderna. Por isso, o projeto Agro Celeiro foi a oportunidade perfeita para agregar essa cultura de inovação e trazer uma perspectiva diferente da ‘escola tradicional de Agronomia’ e quem sabe, despertar a vontade de muitos dos envolvidos a serem empreendedores agora ou no futuro”, explicou o professor.

O “Projeto Celeiro de Inovações no Agronegócio” foi financiado pelo Instituto Integrado de Ciência e Tecnologia (IN2) e contou com a parceria do Sebrae, Calvary Impact Hub e Fundação Educere.