Formandos em Engenharia participam de treinamento sobre primeiros socorros

Simulação é ministrada pela Enfermagem

 

02-28


Visando capacitar os formandos nos cursos de Engenharia Civil e de Engenharia de Produção, na noite de ontem (16) foi realizada a II Simulação de Segurança do Trabalho na Construção Civil. Em parceria com o curso de Enfermagem do Integrado, a ação teve como finalidade instruir os futuros engenheiros em relação às ações de primeiros socorros e utilização de Equipamento de proteção individual (EPI) no local de trabalho. A atividade está vinculada à disciplina "Saúde e Segurança do Trabalho".

04-19


A atividade foi divida em quatro estações de estudos, onde os estudantes puderem presenciar, na prática, como que os primeiros socorros devem ser prestados em cada situação. Entre o que foi exposto está como socorrer em situações de parada cardiorrespiratória; reanimação cardiopulmonar; colocação de colar cervical; como montar uma maleta de primeiros socorros; utilização de equipamento de proteção individual e equipamento de proteção coletiva; crise convulsivas e desmaio; desengasgo e fraturas e hemorragias.

03-39


Um dos participantes da ação foi o coordenador dos cursos de Engenharia do Integrado, professor Paulo Rodrigues, que ressaltou a importância da ação para os futuros profissionais. "Os conteúdos ministrados foram de bastante valia. Os acadêmicos tiraram as dúvidas para conseguirem atuar em caso de acidente no canteiro de obras. Foi importante também para conscientiza-los da necessidade do uso de EPI. Além disso, serviu também para lembrá-los da responsabilidade que eles têm para com os funcionários que estarão sobre a tutela deles durante a execução de um serviço", destaca Paulo.

IMG_9460


Para a coordenador do curso de Enfermagem, professora Damiana Guedes, a atividade também foi de grande aproveito para os universitários formandos da graduação. "Os nossos acadêmicos acharam super importante e necessário o treinamento para outros profissionais sobre primeiros socorros, independente da área, para poderem socorrer as pessoas em risco. Também tive um feedback super positivo dos acadêmicos de Engenharia, que aprenderam em várias situações de socorros, onde irão contribuir para suas práticas como engenheiro e para a vida", conclui Damiana.

01-59

 

 

Comentários
0