Universitários de TADS criam aplicativo para transporte coletivo de CM

Aplicativo oferece acesso aos horários e rotas de ônibus na cidade

PHOTO-2


Universitários do 5º período do curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (TADS) do Centro Universitário Integrado desenvolveram um aplicativo para auxiliar os usuários do transporte coletivo da cidade de Campo Mourão. O App, denominado BusCar, foi produzido na disciplina de Projeto Interdisciplinar e foi desenvolvido no 1º semestre de 2019.

Como a proposta principal do Projeto Interdisciplinar é desenvolver um produto que atenda uma demanda social, os acadêmicos analisaram as condições de acesso e o uso do transporte coletivo de Campo Mourão e criaram o aplicativo BusCar. O App oferece diversas facilidades, como acesso aos horários e rotas dos ônibus. O aplicativo, que já está disponível para o Sistema Android, é direcionado a todos os usuários do transporte coletivo público. Ele possui uma interface simples e intuitiva, que possibilita consultar todos os horários de ônibus em todos os bairros e localidades que possuem linhas de transporte público, sem a necessidade de conexão com a internet.

De acordo com a coordenadora do curso de TADS do Integrado, Rosely Scheffer, o desenvolvimento do aplicativo, assim como o Projeto Interdisciplinar têm como objetivo incentivar os estudantes. "Com o projeto, os universitários aprendem de maneira autônoma e participativa, a partir de problemas e situações reais. Com isso, estimulamos nossos acadêmicos a desenvolverem diversas habilidades, como proatividade, iniciativa, autonomia, criatividade, trabalho em equipe, tomada de decisão, resolução de conflitos e o comportamento empreendedor, que são tão importantes no mercado de trabalho e na vida pessoal", garante Rosely.

O aplicativo BusCar foi desenvolvido pelos universitários: Higor de Almeida Silva, Idair Junior Pereira, João Gabriel Pancheski, Junior dos Santos Oliveira Mariano, Nathan Santos Nascimento, Gabriel Livoni Capato. Clique aqui para baixar o aplicativo. 

Comentários
0